Conselho às claras!


Já ouviram aquela expressão "Quando eu crescer quero ser igual à você?" Pois é, quem me conhece sabe que eu não cresci muito hehe, mas já quis ser igual a muita gente. Viver a vida diferente, do jeito que eu supostamente acho que essas tais pessoas levam. Só que a gente sabe que não é por aí que a banda toca. O mundo é grande demais e tem muita gente infeliz, vivendo uma vida com um desprazer enorme apenas por status, aparência, vergonha de ser do jeito que é ou pensa: "o que as pessoas vão achar de mim?". Mas também tem gente que ama e curte muito as coisas da vida, sendo feliz com elas mesmas. Isso se chama felicidade, quis dizer a verdadeira.
E eu tava pensando que ser igual a uma pessoa que eu admiro tanto mas ser infeliz não tá com nada. Essa coisa que a gente admira tanto, o jeito que a pessoa leva a vida, as coisas que ela fala, o jeito dela de se vestir é nada mais nada menos do que ser si mesma.

Me inspirei no terceiro filme de As crônicas de Nárnia, onde a nossa querida Lucy sofre com essa coisa de querer ser bonita como a irmã mais velha. E ai quando ela finalmente consegue a oportunidade de ser a Suzana, o conto de fadas vira pesadelo.

Vida requer uma forma de adaptação diferente pra cada um e além do que mais todo ser humano tem uma forma de beleza, seja ela interior ou exterior, você só precisa descobrir hehe, mas do jeito certo. Então aqui tá o meu conselho pra vocês cheriés (parece até um sermão bobo, mas cá entre nós tem muita gente que faz isso): não se deve viver a vida dos outros, assim como também não se deve ser como os outros querem que você seja, porque assim a felicidade nunca vai bater na tua porta! (Sejamos claras aqui!)

É isso gente, o post foi mesmo pra "abrir um pouquinho os olhos de quem ainda não se aceitou como pessoa". Espero que eu tenha ajudado vocês e até o próximo post. Beijo 

Nenhum comentário

"Toda opinião é válida!"
Então venha interagir com a gente ♡