Só queria entender...

Wrapped In Light

Onde nasci, atualmente vem apresentando tanta violência e roubo que acho muito difícil não ser morta por uma bala perdida ou um assalto no meio do centro urbano. Nossa querida Presidente., um sinônimo de crime e corrupção, deveria dormir de olhos abertos, se é que isso já não faz. Com tantas vítimas inocentes, quanto vale a morte de um corrupto não é mesmo? Uma tiro a mais ou a menos não parece mais importar naquele país.

Já onde resido é tão calmo que chego a dormir de tédio, toda a calmaria me deixa ainda mais agoniada. O silêncio depois das dez, as regras de trânsito, as comidas com palitinhos, tudo tão monótono que chego a pensar: o que estou fazendo da minha vida?, será que meu destino é viver e morrer num país, que apesar de ter sido criada praticamente a vida toda, nunca me senti acolhida, um país que nunca simpatizei...?

E pensar que tudo o que eu queria era só pertencer a um lugar, um lugar para chamar de meu LAR, uma casa e um trabalho digno, daqueles que as pessoas se orgulham de acordar todos os dias com um sorriso no rosto pois sabem que estão fazendo algo satisfatório pra si e quem sabe para a sociedade.

É egoísmo pensar apenas em mim mesmo quando se trata de abandonar o navio e embarcar numa nova viagem, uma nova vida, novos amigos, nova família? Queria muito entender como a maior parte das pessoas à minha volta parecem tão satisfeitas com suas vidas rotineiras e monótonas enquanto me sinto tão agoniada nesse mar de calmaria e lentidão..